SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

FEM-CUT assina acordos na sexta com G3, G8 e Fundição

Quinta-feira, 09 de Setembro de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:54
Imprensa FEM-CUT

A FEM-CUT assinará na sexta, 10, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com as bancadas dos Grupos 3, 8 e Fundição. A solenidade acontecerá às 10h na sede da FEM/CNM, em São Bernardo do Campo.

Na semana passada, as assembleias dos trabalhadores aprovaram um aumento salarial de 9% (INPC + 4,5% de aumento real - lembrando que esta é uma projeção, já que o INPC da data-base, 1º de setembro, ainda não está fechado).

"Para nós este acordo é uma grande vitória dos metalúrgicos da CUT no Estado de São Paulo. Em comparação à inflação, estimada para 1º de setembro em 4,3%, este aumento real representa mais de 100% da inflação projetada. De fato é uma grande vitória, e o novo aumento é, sem dúvida, um dos maiores que já conquistamos nos últimos 10 anos", afirma Valmir Marques (Biro Biro), presidente da FEM-CUT/SP.

Resumo das Convenções

G3
O Grupo 3 (que reúne os setores de autopeças, forjaria e parafusos) vai pagar o aumento salarial de 9% até o teto salarial de R$ 5.300,00 e acima deste valor será incorporado nos salários o valor fixo de R$ 477. Já nos pisos destes setores os reajustes serão os seguintes: 15% para as empresas com até 100 empregados, que passará de R$ 787 para R$ 905; e 12,36% para as fábricas com mais de 100 trabalhadores, que subirá de R$ 980 para R$ 1.103.
Também foi negociado entre as bancadas da FEM e do G3 a criação de uma nova categoria de pisos nas fábricas dos setores que vigorará somente a partir da próxima Convenção Coletiva de Trabalho, ou seja, 1º de setembro de 2011. Serão criados pisos para as fábricas até 75 empregados e acima deste número.
Nesta bancada patronal, a FEM avançou na conquista da ampliação da licença maternidade de quatro para seis meses, que respeitará a redação da lei federal 11.770 que criou o Programa Empresa Cidadã da Receita Federal. Na base da Federação serão beneficiados com os novos aumentos cerca de 115 mil metalúrgicos em todo o Estado.

Fundição
O aumento salarial de 9% beneficiará cerca de 15 mil metalúrgicos nas fábricas do setor em todo o Estado. Nos pisos, os reajustes oscilarão entre 10,30% (para as empresas com até 350 empregados, passará de R$ 811,43 para R$ 895) e 9,44% (para as fábricas acima 350 de trabalhadores, o valor subirá de R$ 973,18 para R$ 1065). A Federação também conquistou nesta bancada a ampliação da licença maternidade 120 para 180 dias, que também respeitará a redação da lei 11.770 que criou o Programa Empresa Cidadã da Receita Federal.

Grupo 8
As empresas dos setores de trefilação, laminação de metais ferrosos; refrigeração, equipamentos ferroviários, rodoviários entre outros, que pertencem ao G8 da FIESP, concederão aumento salarial de 9% até o teto salarial de R$ 4.950, e acima deste valor será incorporado ao salário o valor fixo de R$ 445,50. Os pisos salariais tiveram reajustes de 9,95% (para as empresas com até 50 empregados - que passará de R$ 764 para 840); 10% (para as empresas de 51 a 500 empregados - que subirá R$ 810 para R$ 891) e 9,95% (para as empresas acima de 500 trabalhadores - que passará de R$ 894 para R$ 983). Ao todo 25 mil metalúrgicos serão beneficiados com os novos reajustes nos salários e pisos.

Representação FEM-CUTSP
A FEM-CUT/SP tem 12 sindicatos metalúrgicos filiados em todo o Estado e é a interlocutora dos trabalhadores nas negociações da Campanha Salarial com as bancadas patronais.

A Federação negocia com seis bancadas: Montadoras (representada pelo Sindicato Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores - Sinfavea), Grupo 2 (máquinas e eletrônicos) Grupo 3 (autopeças, forjaria, parafusos), Grupo 8 (trefilação, laminação de metais ferrosos; refrigeração, equipamentos ferroviários, rodoviários entre outros); Grupo 10 (lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação, material bélico entre outros) e Fundição. A data-base do ramo é 1º de setembro e estão na base da Federação cerca de 250 mil metalúrgicos e metalúrgicas em todo o Estado.

Deixe seu Recado