SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

FEM assina Convenções Coletivas com G2, G3, G8, Sindratar e Sindicel

A assinatura das Convenções Coletivas aconteceu na última segunda, 22. Confira como ficaram os pisos, tetos salariais e a vigência das cláusulas sociais negociadas pela FEM-CUT com os grupos patronais

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2018 - 10:19 - Atualizado em 25/10/2018 13:08
Imprensa SMetal

fem, convenção, coletiva, cct, , Marina Selerges
Dirigentes de Sindicatos de Metalúrgicos participaram da assinatura da Convenção Coletiva com a FEM-CUT e o grupo patronal G8.2Marina Selerges
A Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT/SP) e as bancadas patronais do G2, G3, G8-2, G8-3, Sindratar e Sindicel assinaram as Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) na última segunda-feira, dia 22. Todas as Convenções assinadas estarão disponíveis no Portal SMetal.

Aprovadas pelos trabalhadores em assembleia na quarta-feira, dia 17, no Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), as propostas garantiram manutenção e atualização das cláusulas sociais e 5% de reajuste nos salários, que representa a reposição da inflação (de 3.64%) e aumento real de 1,31%.

“É muito importante que o trabalhador procure conhecer a sua Convenção Coletiva para cobrar a aplicação dela em sua totalidade, não apenas o reajuste salarial, mas também os direitos sociais garantidos”, afirma o secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira.

Ele afirma ainda que, caso haja alguma irregularidade ou a empresa não aplique o reajuste, entre em contato no Sindicato ou com diretor sindical (CSE) da fábrica.

De acordo com o presidente da FEM-CUT, Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão, a Federação segue em negociação com as bancadas que ainda não chegaram a um entendimento, que são o Grupo 10 (de lâmpadas; equipamentos odontológicos; mecânica; material bélico; entre outros), Fundição e Estamparia.

Com as Convenções Coletivas firmadas entre a FEM e os grupos patronais, mais de 33 mil metalúrgicos da base do SMetal Sorocaba estão contempladas com reajuste de 5% e cláusulas sociais, que representam 88,6% da categoria.

Dúvidas sobre a Campanha Salarial?

Muitos trabalhadores e trabalhadores da categoria não sabem em qual grupo patronal a empresa em que trabalham se enquadra e se está contemplado ou não nos acordos da Campanha Salarial firmados. Caso você também tenha essa dúvida, entre em contato conosco! Pode ser via telefone, pelo (15) 3334-5400; pelo Faceboook (facebook/smetalsorocaba) ou pelo Portal SMetal, no ‘Fale Conosco’.

 

Confira os pisos, tetos salariais e vigências das Convenções assinadas:

SINDRATAR

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 2 anos
REAJUSTE: 5% aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.671,84 (acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 433,59)
PISOS:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$ 1.482,98
- De 51 a 500: R$ 1.588,33
- Acima de 500: R$ 1.752,03

GRUPO 2 - SINDIMAQ E SINAEES

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 2 anos
REAJUSTE: 5%, aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.696,70 (Acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 434,80)
PISOS:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$1.456,41
- De 51 até 500: R$1.544,97
- Acima de 500: R$1.702,39

* Para facilitar as contratações, foi adotado um salário específico para admissão no período de 01 ano, válido durante os primeiros três meses, nos seguintes valores:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$1.354,46
- De 51 até 500: R$1.436,82
- Acima de 500: R$1.583,22

GRUPO 3 - SINDIPEÇAS, SINDIFORJA E SINPA

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 2 anos
REAJUSTE: 5%, aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.836,00 (acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 441,80)
PISOS (aplicação de 3,64%):
- Empresas com até 75 trabalhadores: R$ 1.594,00
- Acima de 75: R$ 1.943,00

* Para facilitar as contratações foi adotado um salário específico para admissão no período de 01 ano, válido durante os primeiros três meses, nos seguintes valores:
- Empresas com até 75 trabalhadores: R$ 1.482,00
- Acima de 75: R$ 1.807,00

GRUPO 8.1 - SINDICEL

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 2 anos
REAJUSTE: 5%, aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.592,00 (acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 429,60)
PISOS:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$ 1.434,56
- De 51 a 500: R$ 1.535,33
- Acima de 500: R$ 1.693,84

GRUPO 8.2 - SICETEL e SIESCOMET

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 1 ano
REAJUSTE: 5%, aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.592,00 (acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 429,60)
PISOS:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$ 1.434,56
- De 51 a 500: R$ 1.535,33
- Acima de 500: R$ 1.693,84

GRUPO 8.3 - SINAFER, SIMEFRE e SIAMFESP

CONVENÇÃO COLETIVA – vigência das cláusulas sociais por 1 ano
REAJUSTE: 5%, aplicado em 01.09.2018
TETO DO REAJUSTE: de R$ 8.671,83 (Acima do teto incorporou-se o valor fixo de R$ 433,59)
PISOS:
- Empresas com até 50 trabalhadores: R$ 1.442,40
- De 51 a 500: R$ 1.544,86
- Acima de 500: R$ 1.704,07

Deixe seu Recado