SMetal

Imprensa

Retrocesso

Fechamento de indústrias em SP é o maior em dez anos

Nos cinco primeiros meses de 2019 o número de indústrias fechadas no estado de São Paulo é o maior em dez anos, considerando o mesmo período. SMetal luta por novos investimentos para Sorocaba e região

Quinta-feira, 25 de Julho de 2019 - 10:45 - Atualizado em 25/07/2019 10:56
Imprensa SMetal

indústria, fecham, balanço, desemprego,, Fonte: Junta Comercial de São Paulo / Elaboração: Imprensa SMetal
Total de indústrias que fecharam as portas de janeiro a maio em SPFonte: Junta Comercial de São Paulo / Elaboração: Imprensa SMetal
O encolhimento do setor produtivo já resultou no fechamento de 2.325 indústrias de transformação e extrativas nos primeiros cinco meses deste ano em todo o Estado de São Paulo. O número é o mais alto para o período na última década e 12% maior que o do ano passado, segundo a Junta Comercial.

As informações foram publicadas pelo jornal Estadão no domingo, dia 21.

O rastro apontado por esses dados é o de desempregados e fábricas desativadas. No país são 13 milhões de desempregados. “Infelizmente, não há qualquer sinalização de projeto para o desenvolvimento da indústria e geração de emprego e renda”, comenta o presidente do SMetal, Leandro Soares, que chegou a ir ao Japão, em 2017, na busca por projetos e investimentos para a região de Sorocaba.

“Nossa luta é constante para combater o desemprego, gerado por uma política liberal que não tem nenhuma responsabilidade social. Por isso, o Sindicato faz dezenas de acordos por mês nas fábricas pela manutenção do emprego, como banco de horas, jornadas diferenciadas, férias coletivas, entre outras medidas”, afirma o presidente do Sindicato.

Cadeia automotiva

No mês passado, o SMetal entregou nas mãos do CEO da Toyota América Latina e Caribe, Masahiro Inoue, uma carta reivindicando a plataforma global na planta de Sorocaba da montadora.

“Com a plataforma global a planta de Sorocaba pode reativar o terceiro turno, chamar os dispensados de volta e gerar mais empregos em toda a cadeia automotiva, como sistemistas e autopeças de Sorocaba e região”, explica Leandro.

Deixe seu Recado