SMetal

Imprensa

Investigação

Ex-provedor da Santa Casa é preso por superfaturamento e desvio de verba

Fasiaben também é investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Investigações começaram após a CPI da Saúde, da Câmara de Sorocaba

Terça-feira, 16 de Agosto de 2016 - 12:40 - Atualizado em 27/12/2016 15:06
Imprensa SMetal com informações do G1

,
Os provedores da irmandade presos são também diretores do convênio Santa Saúde em Sorocaba
O ex-provedor do hospital Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba, José Antonio Fasiaben, foi preso na manhã do dia 15, feriado de aniversário da cidade, junto com o vice-provedor Ademir Lopes Soares. Ambos, por desvio de verba pública.

A Policia Civil solicitou ao Poder Judiciário a prisão preventiva dos dois com base em inquérito policial que investiga os crimes de estelionato, peculato, sonegação fiscal e associação criminosa.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos dois e na sede do convênio Santa Casa Saúde, onde foram apreendidos documentos e computadores.

Durante a investigação a Polícia Civil constatou que, mesmo com o afastamento de Fasiaben e após a requisição da Prefeitura de Sorocaba, os investigados continuaram a delapidar o patrimônio da Santa Casa.

Nesta semana os presos serão indiciados e interrogados na Delegacia Seccional. Os provedores da irmandade presos são também diretores do convênio Santa Saúde em Sorocaba.


Desvios

Em julho, Fasiaben foi indiciado pela Polícia Civil por desviar aproximadamente R$ 6 milhões em 11 anos em contrato que previa a manutenção de camas hospitalares. Fasiaben já havia sido indicado em dezembro de 2015 por peculato - desvio de verba pública.

As investigações começaram ainda em 2013 com a CPI da Saúde criada e presidida pelo vereador Izídio de Brito (PT) para apurar os motivos das deficiências nos serviços da saúde oferecidos pelo município nos governos Lippi e Pannunzio, ambos do PSDB.

Os relatórios da Comissão, com mais 60 páginas, realizados de agosto de 2013 a fevereiro de 2015, foram entregues em maio de 2015.

Em novembro de 2014, o prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) anunciou em entrevista coletiva o relatório final de uma auditoria realizada na Santa Casa. A empresa, contratada pela Prefeitura de Sorocaba, fez o levantamento contábil e financeiro da Santa Casa, em que foram analisados os documentos registrados entre janeiro de 2009 e dezembro de 2013.

Deixe seu Recado