SMetal

Imprensa

SAIBA MAIS

Estudantes fazem protesto contra cortes na UFSCar no sábado, 16

Manifestação acontecerá no sábado a partir das 9h30. Movimentos sociais, partidos e sindicatos farão protestos nas ruas centrais de Sorocaba contra os cortes promovidos pelo governo Bolsonaro

Quarta-feira, 13 de Julho de 2022 - 16:03 - Atualizado em 14/07/2022 10:06
com informações Portal Porque

ufscar, sorocaba, smetal, protesto, cortes, Foguinho/Imprensa SMetal
UFSCar Sorocaba também sofrerá com cortes Foguinho/Imprensa SMetal
A partir das 9h30 neste sábado, 16, estudantes, movimentos sociais, coletivos, partidos e sindicatos farão protestos nas ruas centrais de Sorocaba contra os cortes na educação promovidos pelo governo Bolsonaro e também contra a violência contra as mulheres.

Recentemente, foram anunciados pelo governo os cortes nas verbas da UFSCar e dos Institutos Federais e que podem prejudicar a continuidade do funcionamento das atividades ainda este ano.

O presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Raul Amorim, destaca que o atual governo “aprofunda o projeto de cortes para sucatear a universidade pública e os institutos federais, com o objetivo de destruir um dos setores que oferecem ampla resistência ao seu governo, e tentar desmobilizar ao máximo a sociedade em ano eleitoral”.

“Só em Sorocaba, para se ter um exemplo, o Departamento de Biologia do campus UFSCar desenvolveu um projeto que doou mais de 5 mil litros de álcool em gel para hospitais e entidades durante dois anos”, relata sobre a importância dos investimentos em educação e produção de ciência.

A manifestação, que terá concentração na praça Frei Baraúna (Fórum Velho), na rua Cesário Mota, no centro de Sorocaba, também terá como tema “Basta de violência contra as mulheres”, tendo como estopim os casos revelados do crime praticado por um médico anestesista.

Após às 10h, os manifestantes andarão pelas ruas do centro da cidade. Tanto movimentos estudantis da UFSCar, quanto coletivos de mulheres estão promovendo mobilizações nas redes sociais para convocar as pessoas para o protesto.

Deixe seu Recado