SMetal

Imprensa

Educação

Encontro em Sorocaba debate expansão do IFSP

Quinta-feira, 08 de Outubro de 2015 - 17:17 - Atualizado em 27/12/2016 14:15
Imprensa SMetal

,
O objetivo do encontro no SMetal é debater verbas, orçamentos, cursos e outros requisitos para viabilizar ampliações do IFSP
Professores, reitores e funcionários administrativos do Instituto Federal São Paulo (IFSP) se reúnem nesta quinta e sexta, dias 8 e 9, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba (SMetal) para debater as possibilidades de expansão da instituição de ensino.

O IFSP oferece cursos de nível básico, técnico e superior gratuitos, de responsabilidade do governo federal, por meio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia.

O Instituto tem 31 campus no estado, sendo um em Sorocaba, que funciona no Núcleo de Educação Tecnologia e Cultura da UFSCar, localizado na Rua Maria Cinto de Biaggi, 130, Jardim Santa Rosália.

O objetivo do encontro no SMetal é debater verbas, orçamentos, cursos e outros requisitos para viabilizar ampliações do IFSP.


Campus Sorocaba

"Sorocaba foi uma das últimas cidades de grande porte do estado a receber uma unidade do instituto, devido à falta de iniciativa da prefeitura", criticou a professora e ex-deputada federal Iara Bernardi (PT), presente ao encontro, denominado "Fórum Permanente de Expansão do IFSP".

Iara é reconhecidamente uma das lideranças que mais se empenhou para trazer o Instituto para Sorocaba, que passou a oferecer cursos na cidade no início de 2014, mas ainda funciona de maneira improvisada, no Centro Cultural da UFSCar.

Cabe à prefeitura providenciar o terreno para o campus definitivo em Sorocaba, enquanto o governo federal deverá bancar a construção, a infra-estrutura e o quadro de funcionários.


Prioridades

O reitor do IFSP no estado, Eduardo Modena, também presente ao Fórum, afirmou que o Instituto teve um período grande de expansão desde 2008 e que isso gerou uma série de providências a serem tomadas para se adaptar ao crescimento da instituição.

"Este encontro é justamente para dar retorno para os profissionais que trabalham no IFSP sobre essas providências, além de definir prioridades do Instituto e debater saídas para as dificuldades encontradas devido à expansão", afirmou o reitor.

Na tarde de hoje, dia 8, o Fórum foi aberto com a palestra "Os limites da SETEC e divergência de interesses frente à dinâmica educacional do IFSP", ministrada por Luciano Toledo. Na sequência estava previsto o tema "A dinâmica social no projeto de consolidação da expansão: os compromissos políticos da proposta educacional do IFSP", com Caetana Rezende, representante do Ministério da Educação.

Amanhã, a partir das 9h, a programação prevê a palestra/debate "As prioridades no uso dos recursos disponíveis para o IFSP", como o reitor do IFSP Eduardo Modena. A tarde está reservada para debates finais e encaminhamentos.

Saiba mais sobre a instituição em http://www.ifsp.edu.br/

Confira vídeo da Imprensa SMetal sobre o encontro

 

Deixe seu Recado