SMetal

Imprensa

Etirama e Syl

Em assembleias, metalúrgicos aprovam mobilização para campanha salarial

Quinta-feira, 31 de Agosto de 2017 - 16:59 - Atualizado em 06/09/2017 10:25
Imprensa SMetal

Syl, campanha, salarial, reforma, trabalhista, Convenção, Coletiva, dia de luta, nacional, Fernanda Ikedo/ Imprensa SMetal
Trabalhadores da Syl, do primeiro e do segundo turnos, acompanharam a assembleiaFernanda Ikedo/ Imprensa SMetal
Durante as assembleias de campanha salarial, realizadas nos períodos da manhã e da tarde desta quinta-feira, 31, os metalúrgicos das empresas Etirama e Syl, respectivamente, foram alertados que sem unidade e pressão não haverá avanço na conquista de direitos.

Nas duas empresas, os trabalhadores aprovaram, por unanimidade, a necessidade de mobilização no Dia Nacional de Luta, dia 14 de setembro.

Esse dia marca a reivindicação por direitos, contra a Reforma Trabalhista, que entra em vigor a partir do dia 11 de novembro.

A diretoria do SMetal ressalta nas portas das fábricas que a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos Metalúrgicos assegura benefícios como piso salarial maior que o salário mínimo, ampliação da licença-maternidade e estabilidade para trabalhadores com doença ocupacional, por exemplo.

Mas, se as cláusulas da Convenção não forem renovadas durante a Campanha Salarial deste ano, esses direitos não existiram mais.

Campanha em defesa da CCT

Em frente à empresa Syl, fabricante de pastilhas de freios automotivo, o vice-presidente do SMetal, Valdeci Henrique da Silva (Verdinho), ressaltou que qualquer metalúrgico pode entrar em contato com o Sindicato caso tenha alguma dúvida sobre a Reforma Trabalhista ou Campanha Salarial. Ele destacou que atualmente, há diversos materiais sendo produzidos para explicar a Convenção e assim, defendê-la.

“Lutaremos pelas cláusulas sociais, pela reposição da inflação, que não deve chegar a 3%, e por aumento real”, afirma Verdinho.

Quem quiser obter vídeos, cards da campanha e reportagens sobre o assunto pode acessar aqui.

Deixe seu Recado