SMetal

Imprensa

OPINIÃO

EDITORIAL: Vai acabar a mamata!

Quinta-feira, 25 de Outubro de 2018 - 11:19 - Atualizado em 25/10/2018 11:37
Imprensa SMetal

bolsonaro, arte, Divulgação
A Folha de SP descobriu uma rede de empresários que financia disparo em massa no Whatsapp anti-PT e favoráveis ao candidato do PSLDivulgação
É meu irmão, está chegando a hora em que o Brasil vai tomar outro rumo. O segundo turno é neste domingo, dia 28, e ainda parece que falta uma eternidade para chegar o momento de colocarmos nossa digital nessa mudança!

É preciso acabar com a corrupção no Brasil e combater a violência. É preciso acabar com a mamata dos privilégios. Agora, chegou a nossa vez! Vamos colocar nossos adversários nos seus devidos lugares.

Temos duas propostas para o Brasil. Uma delas, é a do candidato que é capitão reformado, está há 28 anos no poder, que começou como vereador no RJ defendendo aumento para os militares e que é acusado de Caixa 2 por fraudar a eleição com o apoio de vários empresários. E que seu filho, que também  é político, aumentou o patrimônio em 432% em 4 anos.

Seus eleitores gostam da ideia de poder comprar armas com facilidade, sem tanta burocracia, apesar de todas estatísticas (de órgãos nacionais e internacionais) demonstrarem que armar a população civil aumenta exponencialmente a violência cotidiana.

Mas nem todos querem o armamento, mas votam nele por ser um pai de família. Todos seus filhos homens são políticos. Um deles, o Eduardo, declarou que assim que assumirem a presidência vão fechar o Supremo Tribunal Federal (STF) e também declarou que a Folha de São Paulo é que é uma fabricadora de fake news, após divulgar grave denúncia, por isso a imprensa deve ser censurada.

Isso é fato! O autoritarismo sempre manda acabar com a justiça e com a imprensa para poder mandar e desmandar. Não funcionou em 21 anos de ditadura civil e militar, porque desse modo, o Brasil aumentou a corrupção e ninguém tinha o poder de fiscalizar nada.

Bolsonaro também tem uma filha, que chamou de fraquejada, mas não está na política. Nem aparece nas fotos com ele. Apesar que nem a mulher dele aparece.

Essa campanha que vai de vento em poupa, recebeu até apoio internacional da Klu Klux Khan, movimento dos Estados Unidos, reconhecido por defender ideias extremistas e da supremacia branca.

Ele também deixou claro que vai acabar com a mamata das Organizações Não-Governamentais (ONG) e com os movimentos sociais e sindicais.

Bolsonaro é uma ameaça ao seu 13º salário. A campanha dele é alvo de investigação porque empresários contribuíram com até 12 milhões para disparos de fake news. Ele tem a proposta de criar uma carteira de trabalho verde e amarela. Pesquise!

É uma boa opção para quem não precisa de salário todo mês e que pode fazer jornadas intermitentes e só trabalhar de vez em quando.

Os grandes empresários apoiam a candidatura fascista porque não querem pagar mais direitos para os trabalhadores, como a Participação nos Resultados (PPR) – que neste ano chega a R$ 150 milhões investidos na economia, só na base do SMetal, por exemplo.

Mas para ser a pedra no caminho de Bolsonaro, tem o outro candidato, o professor e advogado Haddad, que tem filhos que estudam em universidades públicas e que já foi Ministro da Educação. Tem em seu passado a criação de alguns programas como o FIES e o ProUni que incentivam os jovens a fazerem faculdade.

Além de Ministro da Educação, Haddad foi reconhecido com melhor prefeito de SP, em 2016, por ter implantando a alimentação orgânica nas escolas e por ter reduzido o número de acidentes no trânsito, entre outras iniciativas nos quatro anos que passou por lá.

A campanha democrática de Haddad também recebeu alguns apoios internacionais: do Papa, Embaixada da Alemanha, Danny Glover, New York Times, The Economist, ONU, entre outros.

Em uma democracia é possível discordar e reivindicar. Em outro sistema político, quem discorda é jogado fora. Não estamos numa disputa de torcidas. Seremos responsáveis pela escolha que fizermos dia 28!

A mamata que queremos que acabe é a da herança do colonialismo, vamos reverter essa lógica de escravidão. Vamos sim virar essa maré com o melhor projeto para o povo ser feliz de novo!

Deixe seu Recado