SMetal

Imprensa

Opinião

Editorial: Um novo sindicato, a luta de sempre

Editorial da Folha Metalúrgica nº 977 destaca o retorno do jornal impresso na categoria, agora de cara nova, e traz um breve balanço dos desafios dos trabalhadores e do Sindicato diante do atual cenário

Quarta-feira, 11 de Agosto de 2021 - 11:41 - Atualizado em 11/08/2021 14:37
Imprensa SMetal

opinião, editorial, sindicato, smetal,, Arte: Cássio Freire
OpiniãoArte: Cássio Freire
Faz um bom tempo que a Folha Metalúrgica não chega nas suas mãos. E vem reformulada, com novo design e com identidade visual renovada, assim como a entidade passa por uma restruturação, que traz modernidade ao mesmo tempo em que reafirma seu compromisso histórico com os direitos da categoria. É um novo sindicato, mas a luta é a mesma de sempre.

Desde o início da pandemia da Covid-19, optamos por reduzir esse material. Isso não significa que paramos de trabalhar. Pelo contrário, ao longo da crise sanitária e econômica intensificamos nossa atuação para garantir, em primeiro lugar, sua vida – e de seus familiares –, assim como seu emprego e renda.

Foi dessa maneira que construímos negociações priorizando os postos de trabalho ao mesmo tempo em que buscamos minimizar a exposição dos trabalhadores à Covid. Na maioria dos casos, conquistamos acordos com melhores condições do que as previstas pelo Governo Federal. Podemos dizer, com orgulho, que fomos bem sucedidos nessa missão.

Mas ainda não temos estabilidade, principalmente por conta da vacinação a passos lentos. É assim que choramos mais de 560 mil vidas perdidas. São familiares, amigos que se foram. São vítimas do irresponsável (des)governo Bolsonaro, que negou a gravidade da pandemia, que optou pelo descaso, que negociou a sua vida ao pedir propina de 1 dólar por dose de vacina.

E nessa toada, a economia patina e tudo pesa no bolso do trabalhador brasileiro. Você, pai e mãe de família, sabe bem como está difícil colocar um prato de comida na mesa. Além dos preços altíssimos da alimentação básica, a energia está mais cara, a gasolina não para de subir.

Não é por acaso que a renda das famílias para o consumo é a menor desde 2005. Nesse cenário, o Sindicato e a FEM negociam a Campanha Salarial 2021. Se no ano passado a meta era estabilidade no emprego, agora a luta é pela valorização e recuperação do poder de compra dos trabalhadores.

Não é uma briga fácil. A inflação está descontrolada e o patrão e o governo tentam fazer com que você, metalúrgico, pague a conta dessa crise. Por isso, a união e a mobilização da categoria é de fundamental importância para conquistarmos avanços.

Também é importante lembrar sua importância para Sorocaba, que completa 367 anos. Se o município tem um lugar econômico de destaque no Brasil, isso se deve, em parte, pela sua força de trabalho e isso precisa ser valorizado. Por isso, a cidade merece os parabéns e você também por fazer parte dessa construção.

E nós seguimos unidos, juntos hoje pelos direitos do amanhã. Conte sempre com seu Sindicato!

Deixe seu Recado