SMetal

Imprensa

Opinião

EDITORIAL: É a hora e a vez do povo voltar à cena

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018 - 10:45 - Atualizado em 13/09/2018 11:58
Imprensa SMetal

Ano de eleições é sempre um ano polêmico. Mas, diante de tantos retrocessos nos índices sociais e econômicos, não podemos nos abster dessa discussão.

Pelo contrário, é preciso muita pesquisa e conversa. Aqui e ali. Temos a chance de renovar o Congresso. De tirar dali aqueles que lutam para acabar com nossas férias, com nossa aposentadoria, com o direito de termos registro na carteira.

É uma chance que o nosso povo tem de colocar políticos comprometidos com a classe trabalhadora, com o desenvolvimento industrial do país e não com a ótica de colonizador.

Tivemos no Brasil, de 2002 a 2015, um período de avanços com inclusão social, com o povo viajando de avião, em momentos de lazer, com jovens ingressando nas faculdades. É esse projeto de Brasil que queremos.

Não queremos a entrega de nossas riquezas como o Pré-Sal, a terceirização sem limites, o fim da aposentadoria. Por isso, agora é o momento de escolhermos nossos candidatos para a Assembleia Legislativa, em São Paulo, para a Câmara dos Deputados e Senado, em Brasília, e para ocupar o cargo máximo deste país, a cadeira da presidência da República.

Para facilitar a escolha de deputados federais e senadores, o Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) disponibiliza em seu portal o voto dos congressistas em 10 temas que marcaram a atual legislatura e afetam os trabalhadores e a democracia.

A lista mostra de qual lado estiveram os congressistas no impeachment da presidenta Dilma Rousseff, na cassação do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na entrega do Pré-Sal aos estrangeiros, na terceirização da mão-de-obra sem limites, na primeira e segunda denúncia contra Temer, na reforma trabalhista, na PEC dos gastos públicos, na MP das petroleiras e na tentativa de reforma da Previdência.

Acesse www.diap.org.br e procure por Mapa de Votações (Câmara dos Deputados e Senado Federal de 2015 a 2019).

Inclusive, veja como votaram deputados federais da nossa região que tentam a reeleição, como Vitor Lippi (PSDB). Além das questões acima, ele aprovou a retirada do selo de transgênicos dos alimentos; ajudou a isentar de impostos petroleiras estrangeiras para explorar livremente as riquezas do país, entre outras medidas que atacam os direitos e a soberania nacional.

Os algozes de Lula insistem na farsa para mantê-lo preso, sem provas, ignorando até as decisões da Organização das Nações Unidas (ONU) para ele ser candidato. Mas Lula tem um candidato, Haddad, para o qual pede os seus votos. Porque foi no governo de Lula que a cidadania foi resgatada, com políticas públicas distributivistas.

Agora, é a hora e a vez do povo voltar à cena!

Deixe seu Recado