SMetal

Imprensa

Na fábrica

Condex: SMetal informa sobre negociações de PPR e jornada diferenciada

Em assembleias nesta sexta e sábado, dias 25 e 26, o Sindicato prestou contas sobre o andamento das negociações do PPR 2022 e de jornada 2x2 e conversou sobre as reivindicações dos trabalhadores

Sábado, 26 de Fevereiro de 2022 - 12:01 - Atualizado em 26/02/2022 12:14
Imprensa SMetal

2_fevereiro , 2022, imprensa, Daniela Gaspari/Imprensa SMetal
Condex fabrica cabos e fios elétricosDaniela Gaspari/Imprensa SMetal
A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) esteve nesta sexta-feira, dia 25, e no sábado, 26, na Condex, para informar aos trabalhadores o andamento dos acordos de jornada diferenciada para a produção e o Programa de Participação nos Resultados (PPR) para 2022. Além de prestar contas sobre as negociações, as assembleias, realizadas em todos os turnos, têm como objetivo mobilizar e conversar com os metalúrgicos sobre melhorias no ambiente de trabalho.

De acordo com o vice-presidente da entidade, Valdeci Henrique da Silva (Verdinho), a pedido de representantes da fábrica, o Sindicato tem debatido uma proposta de jornada diferenciada para os trabalhadores da produção.

“Inicialmente, a empresa apresentou uma proposta de jornada 6x2, que é bastante desgastante para o funcionário, pois ele fica por um período muito longo sem folga. Conseguimos reverter a situação e estamos negociando um acordo de jornada 2x2, dois dias de trabalho com dois dias de folga”, explica.

Ele esclareceu aos metalúrgicos que falta definir quais feriados serão considerados como folga, entre outros critérios, para levar para deliberação dos trabalhadores. “O nosso papel é negociar contrapartidas que ofereçam benefícios aos funcionários. Estamos aqui para ouvi-los e entender quais são suas reivindicações. Além disso, será necessário que a empresa contrate mais funcionários para dar conta da produção e isso também está sendo negociado”.

Participação nos Resultados
Outro ponto informado nas assembleias foi sobre a negociação de PPR. Segundo Verdinho, essa é a primeira vez que a empresa se mostrou efetivamente disposta a discutir um Programa e o sindicato tem pressionado para iniciar as discussões sobre as metas, critérios e valores o quanto antes.

“Faz anos que enviamos pauta para negociar um PPR na empresa e não vai para frente, mas não dá mais para ficar sem. Por isso esperamos contar com o apoio e mobilização dos trabalhadores para avançarmos e chegarmos a uma proposta que atenda os anseios de todos”, concluiu.  

A Condex fabrica cabos e fios elétricos, fica no bairro Iporanga e tem cerca de 100 trabalhadores.

Deixe seu Recado