SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

Começam as negociações salariais com o Grupo 3

Este ano as negociações tratarão apenas das questões econômicas; as cláusulas sociais vigentes valem até 2011

Quarta-feira, 14 de Julho de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:53
Com informações da CNM/CUT

A Federação Estadual dos Metalúrgicos (FEM) da CUT e a bancada patronal do Grupo 3 realizaram na tarde de terça (13), a primeira rodada de negociação da Campanha Salarial. A reunião aconteceu na sede da FEM, em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo.

Os dirigentes da Federação e das empresas do G3 debateram de forma geral a pauta de reivindicações do ramo metalúrgico e definiram que na próxima rodada, agendada para o dia 20 de julho, apresentarão um calendário das próximas reuniões.

Os dirigentes sindicais Valdeci Henrique da Silva, o Verdinho, Marcos Roberto Coelho, o Latino, e João de Moraes Farani representaram os trabalhadores sorocabanos na negociação.

A bancada patronal foi representada pelo diretor de relações trabalhistas do Sindipeças, Adilson Sigarini.

Próxima rodada
Na próxima rodada de negociação, agendada para terça-feira, dia 20, às 15h, os representantes das duas bancadas vão continuar a discussão ponto a ponto da pauta.

A Federação Metalúrgica cutista representa cerca de 250 mil trabalhadores em todo o Estado de São Paulo. A data-base da categoria é 1º de setembro.

No Grupo 3 estão as fábricas de autopeças, forjarias e parafusos, que empregam cerca de 150 mil metalúrgicos no Estado.

Neste ano, serão negociadas com as bancadas patronais essencialmente as cláusulas econômicas, já que as cláusulas sociais têm vigência até 2011.

As principais reivindicações dos metalúrgicos da CUT são:
1) Reposição integral da inflação;
2) Aumento real nos salários;
3) Valorização nos pisos;
4) Jornada de 40 horas semanais, sem redução nos salários e
5) Licença Maternidade de 180 dias.

Representação FEM/CUT-SP

A FEM/CUT-SP tem 12 sindicatos metalúrgicos filiados em todo o Estado e é a interlocutora dos trabalhadores nas negociações da Campanha Salarial com as bancadas patronais.

A Federação negocia com seis bancadas: Montadoras (representada pelo Sindicato Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores - Sinfavea), Grupo 2 (máquinas e eletrônicos) Grupo 3 (autopeças, forjaria, parafusos), Grupo 8 (trefilação, laminação de metais ferrosos; refrigeração, equipamentos ferroviários, rodoviários entre outros); Grupo 10 (lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação, material bélico entre outros) e Fundição.

Deixe seu Recado