SMetal

Imprensa

BANCO DE ALIMENTOS

Combate à fome é um dos objetivos do Dia da Segurança dos Alimentos

Data é celebrada em todo o mundo hoje, dia 7 de junho, e reforça a importância de trabalhos como o do Banco de Alimentos de Sorocaba (BAS), que luta diariamente para garantir segurança alimentar aos atendidos

Terça-feira, 07 de Junho de 2022 - 09:30 - Atualizado em 07/06/2022 11:00

feiralivre, diamundal, seguranca, alimentos, segurancaalimentos, bancodealimentosdesorocaba, bancodealimentos, nossafeiraélivre, Mariana M. Maginador/Banco de Alimentos
Dia Mundial da Segurança dos Alimentos é celebrado dia 7 de junhoMariana M. Maginador/Banco de Alimentos
O Dia Mundial da Segurança dos Alimentos é celebrado no dia 7 de junho e chega, em 2022, à sua quarta edição. A data tem como objetivo chamar a atenção e inspirar ações para ajudar a prevenir, detectar e gerenciar riscos de origem alimentar, contribuindo para a segurança dos alimentos, saúde humana, prosperidade econômica, agricultura, acesso a mercados, turismo e desenvolvimento sustentável.

Esse dia é ainda mais importante num momento em que a fome e a insegurança alimentar avançam em todo o mundo. De acordo com dados da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede PENSSAN), no Brasil são pelo menos 19 milhões de brasileiro sem um prato de comida na mesa, essa é praticamente a população do estado de São Paulo. E pior, mais da metade da população, 116 milhões, vivem em situação de insegurança alimentar.

Outro ponto importante de garantir a segurança dos alimentos é também cumprir dois Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: promover a saúde do consumidor e acabar com a fome.

Combate à fome

O Banco de Alimentos de Sorocaba (BAS) é uma das principais instituições que atua na cidade com essa missão. As necessidades dos mais vulneráveis se acentuou nos últimos anos, principalmente após a retirada de projetos que incentivavam a agricultura familiar, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), e o fim do Fome Zero.

“O retrocesso é evidente nos nossos atendimentos. Cada vez mais pessoas batem à nossa porta para pedir ajuda porque estão com fome, porque não têm emprego ou condição de garantir ao menos uma refeição em casa”, ressalta a assistente social da entidade, Meire Elen Rodrigues.

Entre 2013 e 2018, segundo dados da PNAD e da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), a insegurança alimentar grave teve um crescimento de 8% ao ano. A partir daí, a aceleração foi ainda mais intensa: de 2018 a 2020, como mostra a pesquisa VigiSAN, o aumento da fome foi de 27,6%.

Ou seja: em apenas dois anos, o número de pessoas em situação de insegurança alimentar grave saltou de 10,3 milhões para 19,1 milhões. Nesse período, quase 9 milhões de brasileiros e brasileiras passaram a ter a experiência da fome em seu dia a dia.

Alimentos seguros

feiralivre, bancodealimentosdesorocaba, bancodealimentos, nossafeiraélivre, Mariana M. Maginador/Banco de Alimentos
Banco de Alimentos tem como missão combater a fomeMariana M. Maginador/Banco de Alimentos
Alimento seguro, nada mais é do que o alimento que não prejudica a saúde. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde, o tema central esse ano é “Alimentação Segura, Melhor Saúde”. A ideia é reforçar que o acesso a alimentação segura é essencial para a saúde e o bem-estar das pessoas, dos animais e do meio ambiente.

As chamadas de ação do Dia Mundial da Segurança de Alimentos ressaltam a importância de que todos têm um papel a desempenhar, do campo à mesa:

  • Os governos devem garantir alimentos inócuos e nutritivos para todos
  • Os produtores agrícolas e de alimentos tem que adotar boas práticas
  • Os operadores de empresas devem assegurar-se de que os alimentos sejam inócuos
  • Os consumidores devem aprender sobre os alimentos inócuos e saudáveis
  • Trabalhemos juntos para a segurança dos alimentos e a boa saúde!

Como ajudar?

Os interessados em ajudar, seja com trabalho voluntário ou doações de alimentos, podem entrar em contato pelo Whatsapp (15) 97400 0206. Se preferir doar em dinheiro, a chave PIX é o CNPJ: 08.741.511/0001-76.

As maiores necessidades são: alimentos básicos, como arroz, feijão, óleo, leite, farinha, etc; e produtos de higiene, como papel higiênico, pastas de dente, absorventes, sabonetes.

Para acompanhar o trabalho, acesse as páginas do Instagram ou Facebook. O BAS funciona no pavilhão administrativo do Ceagesp de Sorocaba, na Rua Terêncio Costa Dias, nº 300, Parque Santa Isabel.

Deixe seu Recado