SMetal

Imprensa

Assembleia Eletrônica

Com emprego e renda garantidos, trabalhadores da NAL aprovam acordo

Proposta de redução da jornada e suspensão do contrato foi aprovada com 97,67% dos votos favoráveis; acordo abrange 242 trabalhadores e garante o pagamento integral do salário líquido caso o governo não pague o BEPER.

Domingo, 19 de Julho de 2020 - 17:08
Imprensa SMetal

nal, acordo, autopeça, sindicato, suspensão, assembleia, koito, Foguinho/Arquivo Imprensa SMetal
A fábrica NAL do Brasil pertence ao grupo japonês Koito, líder do mercado mundial na fabricação de faróis automotivosFoguinho/Arquivo Imprensa SMetal
Com 97,67% dos votos favoráveis, a proposta de redução de jornada e de suspensão do contrato de trabalho foi aprovada pelos trabalhadores da NAL do Brasil. O acordo foi negociado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) e garante aos funcionários da empresa a manutenção dos salários líquidos e dos benefícios durante a vigência do acordo, de 30 dias.

Além de melhores condições e remuneração aos trabalhadores do que a Lei nº 14.020 (MP 936 depois sancionada) e o decreto 10.422/2020, o Sindicato garantiu ainda que a empresa arcará com o pagamento integral do valor aprovado caso o governo federal não pague a parte que lhe cabe, através do BEPER (Benefício Emergencial de Proteção ao Emprego e Renda).

“No decreto que amplia os prazos dos acordos de redução e suspensão, o governo deixa a critério de disponibilidade orçamentária o pagamento do BEPER. E para que os trabalhadores não sejam prejudicados caso haja indeferimento do Benefício, a empresa ficou responsável também por esse valor, garantindo o salário líquido no fim do mês”, afirma o secretário-geral do SMetal, Silvio Ferreira.

A assembleia eletrônica ficou disponível por 24h, no Portal SMetal, entre às 17h de sábado e às 17h de domingo, dias 18 e 19 de julho. Dos 242 trabalhadores fazem parte do acordo e tinham direito a voto, 172 (71,07%) participaram da votação. Desses, 168 (97,67%) foram favoráveis à proposta e 4 (2,33%) optaram por se absterem. Nenhum trabalhador votante foi contrário ao acordo.

PPR e estabilidade no emprego

Outra conquista recente dos trabalhadores da NAL foi o pagamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR) para 2020 e estabilidade no emprego até dezembro deste ano. O acordo foi aprovado por 97,61% dos trabalhadores e foi negociado pelo SMetal como medida de proteção ao emprego, renda e saúde no enfrentamento da crise causada pela pandemia da Covid-19.

A fábrica NAL do Brasil pertence ao grupo japonês Koito, líder do mercado mundial na fabricação de faróis automotivos.

Deixe seu Recado