SMetal

Imprensa

Política

Código de ética é protocolado na Câmara

Quarta-feira, 09 de Junho de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:53
Imprensa Smetal Sorocaba

,
Izídio, vereador e vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, ajudou a elaborar o código
Começou a tramitar na Câmara de Sorocaba, nesta terça, 8, uma proposta que cria um código de ética para reger a conduta dos parlamentares sorocabanos. Até o momento a Casa tem comissão de ética, mas não tem um código para regê-la.

Foi por falta de um código de ética que os vereadores não puderam, recentemente, cassar o mandato do vereador Emílio Ruby (PMN). Desde que chegou à Câmara Municipal, em janeiro do ano passado, Ruby promoveu diversas ações em detrimento ao nome do Legislativo Sorocabano.

Dirigir embriagado, tirar racha e dar carteirada para se livrar de flagrantes foram algumas das acusações enfrentadas ultimamente pelo parlamentar, que recentemente foi proibido pela justiça de freqüentar bares e festas.

"A Câmara e todos os vereadores sofreram com a má conduta do Ruby, mas como a comissão de ética não tinha código para seguir, não foi possível cassá-lo. Agora com a criação do código o Ruby ou qualquer outro vereador que denegrir o Legislativo vão sofrer as conseqüências", diz o vereador Izídio de Brito, que é membro da comissão e ajudou a elaborar o código.

Deixe seu Recado