SMetal

Imprensa

Censura

Clear Channel se recusa a exibir propaganda do SMetal

Quarta-feira, 22 de Março de 2017 - 12:39 - Atualizado em 22/03/2017 16:46
Imprensa SMetal

859, imprensa, outdoors, censurado, sindicato,, Foguinho/Imprensa SMetal
No ano de 2015, a Clear Channel já havia censurado material do Sindicato sobre direito dos trabalhadoresFoguinho/Imprensa SMetal
A empresa Clear Channel Brasil, que explora a publicidade de busdoor nos ônibus da Urbes, em Sorocaba, se recusou a veicular uma campanha do Sindicato dos Metalúrgicos contra a Reforma da Previdência.

No primeiro e-mail com a negativa, a empresa disse que, após consulta à diretoria, “não podemos veicular este layout desta maneira”. O setor de jornalismo do SMetal pediu mais explicações e a resposta foi  que “a Clear Channel, na condição de veículo de comunicação, se reserva no direito de manter a sua imparcialidade política. Não veiculamos conteúdo de manifestações políticas, partidárias ou considerado polêmico”.

A Urbes justificou o veto com base no contrato celebrado com a empresa, que na cláusula sétima, subitem 7.3.1, aponta a proibição de “anúncio de natureza político-partidária, motivo pelo qual a empresa responsável pela exploração publicitária dos ônibus está proibida de veiculação de qualquer tipo de anúncio que tenha intenção de demonstrar um posicionamento político”.

Para o Departamento Jurídico do SMetal, a campanha pretendida pela entidade não se enquadra nesse caso. Além disso, o departamento aponta que o livre pensamento, ou seja, a Liberdade de Expressão, está na Constituição Federal no artigo 5º, IV.

 

Decisão política

Para o vice-presidente do SMetal, Tiago Almeida do Nascimento, a negativa é absurda. “É uma clara censura ao sindicato, baseada não em argumentos legais, mas em posições políticas da empresa. Isso fere a liberdade de expressão do sindicato e ainda impede que as pessoas sejam informadas sobre o tema”.

O vereador e vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Francisco França (PT), também vê o posicionamento da empresa como equivocado. “Nada tem de político-partidário essa campanha. É um assunto que envolve toda sociedade, fala de um projeto que retira direitos dos trabalhadores e informar a população sobre isso é um direito que o sindicato tem”.

 

Histórico

Em 2015, o SMetal já teve problema com a empresa Clear Channel Brasil, contratada à época para fazer outdoor para o sindicato. Dias após a instalação dos outdoors, sem qualquer comunicado, a empresa cobriu a propaganda de branco.

Deixe seu Recado