SMetal

Imprensa

Mobilização

Centrais realizam campanha permanente pela manutenção da Previdência

Na segunda-feira, 4, o jornal Estado de S. Paulo divulgou uma minuta com informações preliminares da Reforma proposta pela equipe econômica do governo Bolsonaro. Confira abaixo.

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019 - 15:03 - Atualizado em 06/02/2019 15:24
Imprensa SMetal

previdência, reforma, aposentadoria, bolsonaro, FONTE: jornal Estado de S. Paulo / ARTE: Cassio Freire
Minuta com informações preliminares da Reforma da Previdência proposta pela equipe econômica do governo BolsonaroFONTE: jornal Estado de S. Paulo / ARTE: Cassio Freire
Os sindicatos filiados à Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, CTB, Intersindical, CSB, CSP-Conlutas, NCST, UGT e CGTB realizam, desde janeiro, uma Campanha permanente pela manutenção da Previdência e da Seguridade Social.

A Campanha consiste em ações, como assembleias, diálogo nas ruas e panfletagem nos locais de trabalho e ambientes de grande circulação, para alertar a população sobre importância da mobilização para impedir que a Reforma da Previdência do atual governo seja aprovada.

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, a proposta de Reforma apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha eleitoral é ainda pior que a de Temer. “Bolsonaro quer trazer para o Brasil o modelo de capitalização da previdência que levou milhares de chilenos à miséria. Muitos não conseguiram se aposentar e outros ganham metade do salário mínimo”, ressalta.

Informações preliminares

Na segunda-feira, 4, o jornal Estado de S. Paulo divulgou uma minuta com informações preliminares da Reforma proposta pela equipe econômica do governo Bolsonaro (confira na imagem).

A proposta divulgada não é oficial. A previsão é de que a Reforma seja enviada pelo governo até o fim do mês ao Congresso.

Deixe seu Recado