SMetal

Imprensa

Negociação Coletiva

Aumento salarial e outras melhorias são conquistados no Grupo Tamboré

 Além do reajuste de 5% nos salários, união dos trabalhadores e SMetal garantiu a implantação de um plano de cargos e salários e o complemento à cesta básica a partir de março; acordo foi aprovado nesta quarta, dia 24

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2021 - 13:00 - Atualizado em 24/02/2021 13:19
Imprensa SMetal

tamboré, sorocaba, sindicato, grupo, campanha, salarial, reajuste, Foguinho/Imprensa SMetal
Para Verdinho, as negociações no Grupo Tamboré confirmam a importância da mobilização e união dos trabalhadores junto aos seus representantes, que é o SindicatoFoguinho/Imprensa SMetal
Os trabalhadores do Grupo Tamboré, fábrica de laminados de alumínio, aprovaram nesta quarta-feira, dia 24, o acordo coletivo da Campanha Salarial 2020, com reajuste de 5% nos salários, manutenção das cláusulas sociais, além de outras conquistas. Entre elas, a implantação do plano de cargos e salários até o mês de junho deste ano e um complemento à cesta básica a partir de março, no formato de cartão alimentação.

O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Valdeci Henrique da Silva (Verdinho), explica que a empresa é representada pelo Siamfesp, que faz parte do grupo patronal 8.3, e tem Convenção Coletiva de Trabalha aprovada e assinada pela Federação Estadual dos Metalúrgicos (FEM/CUT-SP).

Contudo, com a alta produtividade da fábrica e do setor no último, Verdinho conta que os trabalhadores e o Sindicato se uniram para buscar melhorias na proposta de reajuste no salários. “Depois de muito debate e reuniões com a empresa, conseguirmos chegar à proposta de aumento real, a partir do mês de setembro de 2020, mais a garantia de pelo menos 2% de reajuste além da inflação na próxima data-base, em setembro de 2021, e outros benefícios”, comemora.

Para ele, as negociações no Grupo Tamboré confirmam a importância da mobilização e união dos trabalhadores junto aos seus representantes, que é o Sindicato. “Foram inúmeras assembleias, conversas na porta da fábrica para alinhar as propostas com os funcionários, até chegarmos a esse acordo que atendeu às suas reinvindicações. Com certeza, a união dos trabalhadores foi de extrema para garantir esses avanços nas negociações”, assegura Verdinho.

O Grupo Tamboré fica no bairro Cajuru do Sul, em Sorocaba, e tem cerca de 170 trabalhadores.

Deixe seu Recado