SMetal

Imprensa

Araçoiaba da Serra

Aumento no PPR é conquistado pelos metalúrgicos da USR

Acordo é válido para 2021 e 2022 e garante crescimento de 15% por ano; empresa assumiu o compromisso de pagar o benefício também em 2023, conforme critério do SMetal. Assembleia aconteceu nesta segunda, 30

Segunda-feira, 30 de Agosto de 2021 - 12:10
Imprensa SMetal

usr, assembleia, smetal, usinagem, santa, rita, marcelinho, Foguinho/Imprensa SMetal
A USR fica em Araçoiaba da Serra, tem 28 trabalhadores e realiza manutenção de equipamentos e máquinas na área de mineraçãoFoguinho/Imprensa SMetal
Os trabalhadores da USR (Usinagem Santa Rita), que fica em Araçoiaba da Serra, aprovaram em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, 30, a proposta de Programa de Participação nos Resultados (PPR) por dois anos, 2021 e 2022. Além disso, a empresa assumiu o compromisso de pagar o PPR com aumento também em 2023, seguindo os critérios adotados pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal).

Conforme o acordo, o pagamento da primeira parcela ficou para o mês de setembro e a segunda, atrelada às metas, em março do ano subsequente. O critério é válido para os Programas dos três anos.

O dirigente sindical Alessandro Marcelo, conhecido como Marcelinho, conta que, para 2021, as metas já foram superadas, portanto, os trabalhadores receberão 100% do Programa. “Durante a negociação, conseguimos garantir o crescimento de 15% no valor do PPR em comparação a 2020 e mais 15% no Programa do próximo ano. Conquistamos ainda o compromisso da empresa em pagar o benefício também em 2023, com o reajuste”, assegura.

O andamento da Campanha Salarial 2021 também foi abordado durante a assembleia desta segunda-feira, 30. Marcelinho explicou que tem conversado com os representantes da empresa sobre o índice de reajuste que será aplicado neste ano. Em 11 meses, a inflação está acumulada em 9,46% e o INPC de agosto será divulgado no próximo dia 9.

“Desde já, estamos deixando claro que o Sindicato não aceita o parcelamento do reajuste, como vem sendo sondado pelas bancadas patronais. A nossa luta é por um salário digno, condizente à realidade da indústria local, que está com a produção a todo vapor”, enfatiza Marcelinho.

Grupo 2

A USR tem 28 trabalhadores e realiza a manutenção de equipamentos e máquinas na área de mineração. Ela faz parte do Grupo 2, que possui cláusulas sociais garantidas até 2022 e, neste ano, negocia apenas as questões econômicas e a ampliação de direitos, conforme os eixos defendidos pela Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM/CUT-SP).

São eles: preservação da saúde e da vida; garantia de emprego; aumento salarial que restabeleça o poder aquisitivo do trabalhador; valorização das normas coletivas de trabalho; política industrial com nacionalização de componentes, máquinas e equipamentos. O tema deste ano é “Campanha Salarial É +, + salário, + vacina, + emprego, + direitos, + unidade” e as negociações abrangem cerca de 194 mil metalúrgicos de todo o Estado de SP.

 

Deixe seu Recado