SMetal

Imprensa

Modernização

Assembleia online do SMetal garante participação, segurança e sigilo

A ferramenta foi desenvolvida para proteger e dar voz aos metalúrgicos durante a pandemia e completou um ano no mês de abril; com 172 votações, mais de 19 mil trabalhadores tiveram acesso à plataforma

Sexta-feira, 23 de Abril de 2021 - 17:30 - Atualizado em 23/04/2021 19:05
Imprensa SMetal

assembleia, eletrônica, smetal, sorocaba, Divulgação
As assembleias eletrônica foram desenvolvidas para garantir a participação dos trabalhadores da categoria nas tomadas de decisões, mantendo-os em segurançaDivulgação

Há pouco mais de um ano, na noite do dia 9 de abril de 2020, foi dado início à primeira assembleia eletrônica promovida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal).

Tratava-se de um acordo de suspensão do contrato de trabalho na Toyota que, além manter os trabalhadores seguros em suas casas, protegidos da Covid-19, garantia a manutenção dos salários, dos empregos e dos benefícios, fruto de negociação do SMetal.

Na época, além do momento de instabilidade econômica e de um cenário de incertezas e medos quanto à pandemia, a entidade viu a necessidade de se modernizar. Negociações importantes continuaram, de maneira remota, mas como levar essas propostas para o crivo dos trabalhadores sem colocá-los em risco?

O secretário-geral do Sindicato, Silvio Ferreira, lembra que, de forma ágil e certeira, a diretoria e a assessoria do SMetal, juntamente com a Pandora Soluções, uma empresa especializada em tecnologia, desenvolveram a plataforma de votação pela internet. “Nosso objetivo era evitar a aglomeração, proteger a saúde dos trabalhadores e, ao mesmo tempo, garantir o máximo de segurança, privacidade e legalidade no processo de votação à distância”, conta.

Desde então, mais de 19 mil trabalhadores tiveram acesso a votações pela plataforma online. Até a tarde desta sexta-feira, 23, foram realizadas 172 assembleias eletrônicas e aprovados mais 150 acordos com a plataforma.

“Ao longo do último ano, o Sindicato foi pioneiro em ações em prol da categoria, negociando importantes acordos para garantir a segurança, o emprego e a renda dos metalúrgicos. E também não deixamos de lado outras pautas de interesse dos trabalhadores, como o PPR, a Campanha Salarial, banco de horas, entre outras. E, em todas, utilizamos dessa ferramenta para validar as negociações, o que, com certeza, tem dado certo”, afirma Silvio Ferreira.

Ele completa: "Mas mesmo assim, a esperança do SMetal é de ver toda a categoria vacinada, juntamente com o restante da sociedade, e assim poder voltar para o seu principal espaço de diálogo com a classe trabalhadora, a porta da fábrica".

A plataforma utiliza criptografia homomórfica, o que permite que os votos passem pelo processo de votação e apuração sem serem descriptografados (destravados). Essa tecnologia é o que garante que os dados fornecidos pelos trabalhadores permaneçam secretos. Além disso, o Sindicato nem a empresa têm acesso à escolha do trabalhador na votação.

Para o presidente do SMetal, Leandro Soares, a ferramenta de é extrema importância no atual cenário de pandemia e cumpre o papel de democratizar as votações. “Com certeza, as assembleias presenciais continuam sendo uma das principais ferramentas de mobilização da categoria. Porém, nesse período em que a proteção da vida dos trabalhadores vem sem primeiro lugar, as votações virtuais são extremamente importantes e mantém a atuação democrática e transparente, que é marca do nosso sindicato”, assegura.

Votações chegam a toda categoria

Além das assembleia eletrônicas sobre negociações específicas de fábricas, ferramentas similares foram utilizadas para temas de interesse de toda a base do Sindicato. Foi assim com a Campanha Salarial de 2020, na qual os metalúrgicos votaram virtualmente em duas oportunidades: sobre a pauta que seria levada para os patrões e também sobre as propostas negociadas pela FEM/CUT-SP e o SMetal.

A votação eletrônica também foi uma opção nas eleições sindicais de 2021, que elegeu a nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região para o mandato de quatro anos (2021 a 2025). Pela primeira vez, o pleito foi realizado no formato híbrido, ou seja, na maneira tradicional, com a coleta de votos nas fábricas, e também pela internet.

O principal objetivo em utilizar a ferramenta online nas eleições foi garantir maior alcance do pleito e também mais segurança aos trabalhadores. “Assim, mesmo quem estava em home office, em suspensão do contrato ou mesmo metalúrgicos que trabalham em empresas onde não haveria coleta de votos físicos, puderam participar”, lembra.

Deixe seu Recado