SMetal

Imprensa

Campanha Salarial

Assembleia nesta sexta aprova acordos ou decreta greve

Patrões têm até sexta para formalizar propostas satisfatórias; caso contrário assembleia pode decretar greve

Quarta-feira, 01 de Setembro de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:54
Imprensa SMetal

,
Trabalhadores da Metalur (foto) de Araçariguama também participaram das assembleais de mobilização
Os metalúrgicos de Sorocaba e região decidem em assembleia nesta sexta, dia 3, às 18h, na sede do Sindicato, se aprovam propostas de acordos apresentadas pelos patrões ou se entram em greve a partir da próxima semana.

A categoria metalúrgica ligada à CUT no estado está em campanha salarial e a data-base para firmar acordos coletivos vence nesta quarta, dia 1º.

Até a semana passada, os grupos patronais G2, G3 e G8 haviam oferecido a inflação (4,36%) e de 0,6% a 2,5% de aumento real. Essas propostas foram rejeitadas pelos trabalhadores. Os grupos de Fundição, Montadoras e G10 não tinham propostas.

Negociações marcadas
Apesar do impasse, existem diversas reuniões marcadas para esta semana e há possibilidade de surgir propostas que atendam à expectativa dos metalúrgicos (veja agenda nesta edição).

Essas eventuais propostas serão analisadas e votadas na assembleia de sexta. Caso o impasse continue, a mesma assembleia deve decidir por paralisação, que pode acontecer por fábrica ou em toda a categoria.

Desde o início desta semana os metalúrgicos estão trabalhando em regime de ‘estado de greve'. A partir do dia 1º os metalúrgicos passam a ter respaldo da Lei para deflagrar greve.

Deixe seu Recado