SMetal

Imprensa

SOROCABA

Alunos fazem atividades de organização e culturais em escola ocupada

A escola é a primeira ocupada no Estado de São Paulo como forma de protesto contra a reforma do ensino médio

Sexta-feira, 07 de Outubro de 2016 - 11:57 - Atualizado em 27/12/2016 15:19
Imprensa SMetal

,
Cerca de 25 alunos estão na escola até o momento
O movimento Novo Comando Estudantil (NCE), que ocupou a Escola Estadual Profº. Ossis Salvestrini Mendes, no Jardim Brasilândia, em Sorocaba, nesta quinta-feira, dia 7, divulgou o cronograma de atividades previsto para o ato. A escola é a primeira ocupada no Estado de São Paulo como forma de protesto contra a reforma do ensino médio.

De acordo com o movimento, na segunda-feira, dia 10, será realizada uma assembleia com representantes escolares. Na terça-feira, dia 11, eles farão uma conversa com moradores da região. Já na quarta-feira, dia 12, será vez de limpar a escola e organizar a ocupação. Na quinta-feira, dia 13, a ocupação será palco de um evento cultura de Hip Hop.

Os alunos também pedem ajuda para manter a ocupação. No momento, eles precisam de colchões, alimentos e material de higiene pessoal. Quem quiser contribuir pode procurar a escola, que fica na rua Paes de Linhares, 1198, Jardim Brasilândia.

A ocupação
Formado há apenas um mês, o movimento Novo Comando Estudantil (NCE) ocupou, na manhã desta quinta-feira, dia 06, a Escola Estadual Profº. Ossis Salvestrini Mendes. O NCE é formado por alunos 9º do ensino fundamental e do 1º do ensino médio.

Segundo L.D., de 15 anos, o objetivo é protestar contra a reforma do ensino médio e o projeto Escola sem Partido. Além disso, apesar da pouca idade, os jovens se posicionam contra as mudanças na Previdência. "Estamos iniciando o movimento de resistência e esperamos que outras escolas na cidade e na região também sigam o exemplo. A luta continua".

Cerca de 25 alunos estão na unidade escolar desde ontem e pretendem passar a noite por lá. Para os próximos dias, eles planejam a realização de diversas atividades. "Vamos utilizar a escola para atividades culturais e esportivas também, como hip hop, roda de capoeira e basquete", explica L.D.

Exemplo:
Em 2015, alunos de Sorocaba também ocuparam diversas escolas. Ao todo, 21 estabelecimentos escolares foram ocupados contra a chamada reorganização escolar, proposta pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Na ocasião, mais de 200 escolas foram ocupadas em todo o Estado de São Paulo. A luta dos estudantes deu resultado: Alckmin recuou na chamada reorganização escolar e o secretário de Educação, Herman Woorwald, pediu demissão.

Deixe seu Recado