SMetal

Imprensa

Participação nos Resultados

Acordos de PPR são aprovados pelos metalúrgicos da DPR e Kubik

Na DPR, o pagamento foi garantido após pressão dos metalúrgicos, a intenção da empresa era de negociar o PPR apenas em 2020. Na Kubik (Compass), acordo aprovado teve aumento de 13,5% em relação a 2018

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019 - 12:37 - Atualizado em 22/08/2019 12:18
Imprensa SMetal

DPR, ppr, aprovação, marcelo, assembleia,, Foguinho/Imprensa SMetal
Assembleia para aprovação do Programa na DPR aconteceu na manhã desta quarta-feira, 21Foguinho/Imprensa SMetal
Trabalhadores da Kubik Containers (antiga Compass) e DPR, ambas em Sorocaba, conquistaram acordos de Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2019, negociados pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região, nesta semana.

Na DPR, o pagamento do benefício foi garantido após pressão dos trabalhadores e aprovado em assembleia nesta quarta-feira, 21. A empresa iniciou as atividades em Sorocaba no ano passado e sua intenção era de negociar o PPR apenas em 2020.

“Sem a união dos trabalhadores, que estiveram sempre ao lado do Sindicato nas negociações, nenhuma conquista seria possível”, lembra o dirigente sindical Alessandro Marcelo, que representa o SMetal e os trabalhadores nas negociações com a fábrica.

Compass, kubik, assembleia, marcelo, ppr,, Foguinho/Imprensa SMetal
Na Kubik (antiga Compass), após rejeitarem a primeira proposta, trabalhadores aprovação o PPR 2019 nesta terça-feira, 20Foguinho/Imprensa SMetal
A primeira parcela do PPR, de 50% do valor total, será paga ainda no mês de agosto e a segunda, em janeiro de 2020. A DPR tem 130 trabalhadores e fica no Jardim Gonçalves, na planta da antiga Yashika/Kyocera.

Na Kubik, a assembleia com os metalúrgicos foi realizada na terça-feira, dia 20. Marcelo explica que pagamento na fábrica é feito em parcela única, no mês de novembro, mas a empresa irá antecipar 4% do valor no salário deste mês. O acordo de PPR 2019 aprovado teve crescimento de 13,5% em comparação ao ano passado.

“No início deste mês, já havíamos apresentado uma proposta da empresa aos trabalhadores, que foi rejeitada. Então sentamos novamente para negociar e conseguimos uma pequena melhora”, explica Marcelo, que lembra também que outros itens de interesse dos trabalhadores estão sendo pautados pelo Sindicato.

Os valores de PPR não são divulgados para não prejudicar negociações em andamento com outras empresas do setor.

 

Deixe seu Recado