SMetal

Imprensa

Conquista

Acordo de PPR 2021 é aprovado pelos trabalhadores da Nipro

Proposta foi negociada pelo SMetal e teve crescimento em relação a 2020. A primeira parcela será paga ainda em julho deste ano e a segunda, em janeiro de 2022; assembleia aconteceu nesta quarta, dia 14

Quarta-feira, 14 de Julho de 2021 - 09:20 - Atualizado em 14/07/2021 10:15
Imprensa SMetal

nipro, ppr, assembleia, plr, sorocaba, smetal, saldanha, Daniela Gaspari / Imprensa SMetal
Assembleias para deliberação da proposta de PPR da Nipro aconteceram nesta terça-feira, 14Daniela Gaspari / Imprensa SMetal
Os trabalhadores da Nipro aprovaram nesta quarta-feira, dia 14, o Programa de Participação nos Resultados (PPR) para 2021, negociado pela diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal). A proposta foi colocada em votação em assembleias realizadas na porta da fábrica, seguindo os protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19.

O diretor executivo da entidade, Francisco Lucrecio Júnior Saldanha, que negocia com a empresa, contou que a proposta teve crescimento no valor total em comparação ao PPR anterior. “Nos últimos anos, os trabalhadores entenderam a dificuldade da fábrica e aceitaram manter o valor sem reajuste. Mas a produção melhorou, por isso, nada mais justo que os lucros sejam repartidos com eles”, assegurou.

Outra reivindicação dos funcionários solicitada pelo Sindicato e atendida pela diretoria da Nipro foi a retomada do pagamento em duas parcelas. A primeira será paga em julho deste ano e a segunda, atrelada às metas, em janeiro de 2022. Ao todo, foram realizadas seis reuniões para chegar à proposta aprovada pelos metalúrgicos.

Os valores e indicadores do PPR não são divulgados para não prejudicar negociações em andamentos em outras empresas da categoria, nem expor o trabalhador.

Campanha Salarial 2021

Durante as assembleias na porta da fábrica, Saldanha falou ainda sobre a Campanha Salarial de 2021. A Nipro faz parte do Grupo 10, que há anos não fecha acordo pela bancada patronal e, por isso, o Sindicato tem negociado diretamente com a empresa.

Ele contou que, faltando dois meses para fechar o total de perdas da categoria desde a última data-base (setembro de 2020), o INPC está acumulado em 8,35%. “Já avisamos à empresa que, neste ano, não vamos aceitar empurrar o reajuste salarial para o ano que vem e que queremos negociar já em setembro”, enfatizou.

E concluiu: “O custo de vida do trabalhador está cada vez mais caro, todo dia sentimos isso na pele indo ao supermercado ou ao posto de gasolina. Precisamos urgentemente repor o poder de compra desses pais e mães de família”.

A pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2021 já foi entregue pela diretoria da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT e do SMetal no dia 29 de junho. O tema deste ano é “Campanha Salarial 2021 é + salário, + vacina, + emprego, + direitos, + unidade”.

A Nipro tem cerca de 300 funcionários e fabrica materiais para medicina e odontologia em Sorocaba.

Deixe seu Recado