SMetal

Imprensa

Redução de jornada

Acordo aprovado na Moura Baterias mantém salários durante a pandemia

Após intensa negociação, o SMetal garantiu melhores condições e maior remuneração aos trabalhadores do que estabelece a MP 936; redução da jornada foi aprovada em assembleia virtual, por 100% dos votos

Terça-feira, 19 de Maio de 2020 - 19:12
Imprensa SMetal

moura, baterias, impacto, coronavirus,, Foguinho/Arquivo Imprensa SMetal
Além de menores impactos no bolso e na vida dos trabalhadores, negociação do SMetal garantiu a manutenção dos benefícios e também do PPR Foguinho/Arquivo Imprensa SMetal
Os trabalhadores da Moura Baterias, fábrica instalada em Itapetininga, aprovaram proposta de redução de jornada por até 90 dias, como medida de enfrentamento à crise causada pelo novo coronavírus (Covid-19). Após intensa negociação, o Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) conquistou melhores condições e maior remuneração aos funcionários do que estabelece a Medida Provisória nº 936.

A votação ocorreu de forma virtual, a partir da plataforma de assembleia online do SMetal, e a medida abrange os 119 trabalhadores da fábrica, de todos os setores. Desses, 113 funcionários votaram na assembleia (94,96%), disponível entre os dias 18 e 19 de maio; todos os votos computados foram favoráveis à proposta (100%).

Segundo o diretor executivo do SMetal, Antonio Welber (Bizu), com a negociação, o Sindicato conseguiu garantir menores impactos no bolso e na vida dos trabalhadores da fábrica, com a manutenção ainda dos benefícios e também do Programa de Participação nos Resultados (PPR).

“Se a empresa vai continuar produzindo durante a pandemia, com o comprometimento de cumprir todas as medidas de prevenção à saúde dos funcionários, nada mais justo que parte do valor recebido pela produção dessas peças seja compartilhada aos trabalhadores”, afirma.

O acordo garantiu ainda estabilidade aos funcionários pelo tempo da redução de jornada e o mesmo período após o encerramento do acordo. Os trabalhadores pertencentes a algum grupo de risco serão afastados.

Além da Moura, o Sindicato dos Metalúrgicos negociou acordos de proteção ao emprego e à renda dos trabalhadores em dezenas de empresas da categoria. Mais de 10 mil metalúrgicos conquistaram acordos com melhores condições que a MP, todos aprovados em assembleias virtuais, de forma transparente e democrática.

Deixe seu Recado