SMetal

Imprensa

Conquista

90% da categoria possui Convenção Coletiva assinada

Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018 - 10:18 - Atualizado em 08/11/2018 11:08
Imprensa

campanha, salarial, smetal, negociação, fem, Divulgação
Os eixos da Campanha Salarial defendidos em 2018 são: Convenção Coletiva é direito, Participação é democracia, Salário é emprego e Reposição integral da inflação e aumento realDivulgação
Na última quinta-feira, dia 1, a FEM-CUT e a bancada patronal da Fundição assinaram Convenção Coletiva de Trabalho, com vigência de dois anos (de 2018 a 2020). Além das cláusulas sociais, o acordo prevê 5% de reajuste nos salários, referente à inflação da data-base dos metalúrgico, que foi 3,64%, mais 1,81% de aumento real.

Cerca de 90% da categoria representada pelo SMetal já está contemplada com acordos na data-base deste ano, faltando apenas os grupos 10 e Estamparia de metais para encerrar a Campanha Salarial. 

Com o Grupo 10, que possui um grande número de pequenas e microempresas, o Sindicato iniciou negociações por fábrica. Por isso, a direção do Sindicato pede que os trabalhadores denunciem a falta de acordo da Campanha Salarial. As denúncias podem ser feitas pelo Portal SMetal, no campo "Denuncie"

“Nosso intuito é não deixar nenhum trabalhador sem um reajuste digno nos salários e a proteção da nossa Convenção Coletiva”, afirma o presidente do SMetal, Leandro Soares. Na base representada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região não há empresas do segmento da Estamparia.

Leia mais:

- Reajuste dos metalúrgicos injeta R$ 5.9 milhões por mês na economia

Saiba como ficou a Convenção Coletiva dos Metalúrgicos

Deixe seu Recado