SMetal

Imprensa

MEMÓRIA

2º Encontro de ex-dirigentes do SMetal define calendário para 2020

Atividade aconteceu no Clube de Campo do SMetal e contou com representantes das todas diretorias desde 1983

Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019 - 16:43 - Atualizado em 02/12/2019 17:08
Imprensa SMetal

, Jônatas Rosa/Imprensa SMetal
Ex-dirigentes serão protagonistas de documentário sobre a luta sindical em Sorocaba Jônatas Rosa/Imprensa SMetal
O 2º Encontro de ex-dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal) aconteceu nesta segunda-feira, 2, no Clube de Campo da entidade, com a participação de representantes de todas as diretorias desde 1983. A dinâmica do encontro foi conduzida pelo ex-presidente do SMetal, Ademilson Terto da Silva.

O diretor executivo do SMetal, Antonio Welber Filho (Bizu), deu as boas-vindas aos participantes e comemorou o segundo encontro. “Ficamos muitos felizes em reunir novamente os companheiros da velha guarda. Num momento difícil como o que atravessamos, de muita repressão e ataque direto aos trabalhadores e ao movimento sindical, precisamos nos unir e é fundamental contar com a experiência de quem tem história nesse sindicato”.

Valdeci Henrique da Silva (Verdinho), vice-presidente do SMetal, também lembrou da importância de resgatar o legado das antigas diretorias. “Nosso sindicato foi fundamental na luta pela volta da democracia e para melhorar a vida do trabalhador, tanto na fábrica como na sociedade. E agora é hora de mostrar nossa força contra todo retrocesso que tentam implantar no país”.

Calendário 2020

O 2º Encontro de Ex-dirigentes do SMetal também definiu as próximas ações do grupo. O ex-presidente do SMetal, Carlos Roberto de Gaspari, apresentou um calendário para o ano de 2020. “Nossa proposta é que seja construído um documentário contando a história do sindicato desde 1983, passando por cada década de luta até os dias atuais. Todos os companheiros têm muito para contar e a categoria precisa conhecer nossa história”, afirmou.

Pela proposta, aprovada pelos participantes, quatro encontros estão previstos para o próximo ano, a partir de fevereiro, nos quais acontecerão as filmagens. A previsão é que o documentário seja lançado na data de criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em 28 de agosto.

Deixe seu Recado