SMetal

Imprensa

28 de abril

28 de Abril é o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010 - Atualizado em 27/12/2016 11:52
Folha Metalúrgica 597

*Dr. Paulo Roberto Kaufmann

O dia 28 de dia é referência para a luta por menos acidente e mais saúde. No Brasil, desde 2005 ocorrem manifestações, a cada ano maiores. Neste ano estamos promovendo, com outras entidades, o Grande Ato Não Somos Batata Quente! É dito pelo INSS "te vira com o patrão" e pelo patrão "vá procurar teus direitos". Não aceitamos nenhum desses "conselhos"!

O INSS, o SUS, a DRT, a Vigilância devem atuar prevenindo, recuperando e protegendo a saúde. Para as vítimas, deve haver compensação e respeito ao sofrimento. No mundo real a dor das lesões limita o trabalho e a conquista de emprego.

A empresa deve pagar o custo de suas vítimas, assim vai prevenir. Contudo, enquanto a confiança do mau patrão na ‘justiça' é revelada pela frase: "vá procurar teus direitos", dificilmente veremos mudanças importantes.

Assim, o protesto é para não produzir "batatas quentes"! E, se produzirem, que "segurem a batata"! O protesto é por mais Justiça, mais Saúde e Cidadania.

Curta História: em 28 de abril de 1914 houve uma lei de indenização por acidente de trabalho no Canadá. Desde 1990 sindicatos relembram essa data, incorporada, em 1996, pela Confederação Internacional dos Sindicatos Livres (CISL). Em 2003 a OIT oficializou-a, também na luta por melhores condições de trabalho. No Brasil, nos últimos 5 anos temos mobilizado.

Ato dia 30, 6ª. feira, em São Paulo, fechando a semana de lutas e prenunciando o Dia do Trabalho - 1º. de Maio.

*Dr. Paulo Roberto Kaufmann, médico do trabalho do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, é Diretor do Instituto Síntese Saúde e Trabalho.

Deixe seu Recado