SMetal

Campanha Salarial 2022

É dado início à Campanha Salarial 2022. A Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM/CUT-SP) e sindicatos filiados, como o SMetal, estão prontos e empenhados para lutar pela reposição da inflação, aumento real, valorização dos pisos, manutenção dos direitos e a reindustrialização do País.

O tema deste ano é “Juntos pela Reconstrução dos Direitos, dos Salários, da Democracia e do País”, reforçando que a união de toda a categoria é imprescindível para conquistar avanços.

Como em campanhas anteriores, alguns grupos patronais fecharam as cláusulas sociais por dois anos (com vigência até 2023), portanto, serão dois tipos de negociações:

PAUTA CHEIA (cláusulas sociais + econômicas): Grupo 2 (máquinas, equipamentos elétricos e eletroeletrônicos), Siniem (Estamparia de Metais), Sindifupi (funilarias e pintura), Grupo 8.2 (trefilação e laminação de metais ferrosos e de esquadrias e construções metálicas), Grupo 8.3 (de ferros, metais e ferramentas em geral, de artefatos de metais não ferrosos e de equipamentos ferroviários e rodoviários), Grupo 10 (pequenas e micro empresas de manutenção industriais; mecânica; material bélico; entre outros), Aeroespacial (construção de aeronaves, equipamentos gerais aeroespaciais e aeropeças) e Montadoras (negociações por fábrica).

PAUTA PARCIAL (somente cláusulas econômicas): Grupo 3 (peças, parafusos e forjarias), Sifesp (fundição), Sindratar (refrigeração, aquecimento e tratamento do ar) e Sindicel (condutores elétricos, trefilação e laminação de metais não ferrosos).

Confira todas as novidades da Campanha Salarial 2022 dos Metalúrgicos da CUT.

Campanha Salarial 2022 Propostas das bancadas patronais não atendem reivindicações da categoria Espas, Iffa, JF e Metalac têm assembleias da Campanha Salarial 2022 Campanha Salarial é tema de assembleias em mais cinco empresas Campanha Salarial: SMetal mobiliza metalúrgicos de mais seis empresas Assembleias na Heller, Index e Jaraguá destacam a importância da mobilização Data-base dos metalúrgicos fecha com 8,83% de perdas com a inflação Metalúrgicos da MCor e MMO conquistam primeiro acordo de PPR Campanha Salarial: SMetal promove assembleia de mobilização na Clarios PPR e Campanha Salarial 2022 são debatidos em assembleia na Kubik Data-base: SMetal cobra reajuste e manutenção de direitos na Gerdau Data-base dos metalúrgicos da CUT chegou; entenda o que está em jogo FEM faz reunião de avaliação e sindicatos vão intensificar mobilizações Sem impacto nos alimentos, deflação de julho é vista com cautela Em julho, 47,3% dos reajustes salariais ficaram abaixo do INPC Campanha Salarial: empresários querem parcelamento do reajuste salarial Grupo 10: Campanha Salarial 2022 é tema de assembleia na Revolution Jurídico SMetal: reajuste salarial não é concessão, é conquista Em 11 meses, metalúrgicos acumulam 9,16% de perdas com a inflação Cesta básica sorocabana sobe para R$ 1115 e consome 92% do salário mínimo Batata quase dobrou de preço em um ano; confira o que ficou mais caro 10 meses: Data-base acumula 9,82% de inflação, maior índice desde 2003 Dieese: 54,5% dos reajustes salariais de maio ficaram abaixo da inflação Data-base dos metalúrgicos chega a 9,15% de perdas com a inflação Negociações começam em breve, confira a situação de cada grupo Pauta da Campanha Salarial 2022 é entregue às bancadas patronais FEM/CUT entrega pauta para as bancadas patronais na sexta-feira, 3 Campanha Salarial 2022 será um grande desafio, por Leandro Soares Data-base dos metalúrgicos acumula 8,66% de perdas com a inflação Metalúrgicos aprovam pauta de reivindicações; confira todos os pontos Campanha Salarial: mobilização e unidade da categoria serão fundamentais Metalúrgicos da FEM/CUT aprovam pauta da campanha salarial 2022 Data-base 2022 dos metalúrgicos acumula 7,54% de perdas com a inflação Campanha Salarial: desafios e lutas para 2022 são debatidos pela FEM Data-base: Presidente do SMetal participa de encontro da FEM/CUT FEM/CUT e sindicatos filiados dão início a Campanha Salarial 2022 Com alta da inflação, data-base 2022 dos metalúrgicos já chega a 5,73%