SMetal

Imprensa

Campeonato Paulista

São Bento empata com o Água Santa e segue líder do grupo

Mesmo sem jogar um futebol inspirador, o Azulão conseguiu um bom resultado fora de casa e empatou por 1x1; Azulão volta a jogar nesta quinta, 26, às 15h30, contra o Limeira, no Estádio Walter Ribeiro

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2023 - 09:19
Rivail de Oliveira (Portal Porque)

são bento, campeonato, paulista, sorocaba, futebol,, Neto Bonvino/ECSB
Empate contra o Água Santa surgiu de um gol contra; mesmo com um a mais, Bentão não conseguiu se impor em campoNeto Bonvino/ECSB
Mesmo sem jogar um futebol inspirador, o São Bento conseguiu um bom resultado fora de casa na tarde deste sábado, e empatou por 1 a 1 com o Água Santa, na Arena Inamar, em Diadema, em partida da terceira rodada do Campeonato Paulista.

Jogando um primeiro tempo que não agradou, o São Bento saiu atrás no placar após um gol de Junior Todinho. No segundo tempo, o Azulão até melhorou um pouco, empatou com um gol contra de Marcondes, mas não soube tirar vantagem de atuar com um a mais, tendo em vista que o Netuno jogou o período com dez depois de ter um jogador expulso.

O Azulão segue liderando o grupo C com cinco pontos, contra três de Corinthians, Ferroviária e Ituano. O Água Santa fez seu primeiro ponto no grupo B, que tem ainda Guarani e São Paulo com quatro e o Mirassol que não pontuou.

Pouca produção

No primeiro tempo em Diadema, o Água Santa buscou mais o jogo contra um São Bento pouco ou quase nada produtivo, tentando algumas investidas infrutíferas com os dois laterais. E, na base da pressão, logo aos oito minutos o Netuno fez 1 a 0. Num cruzamento da direita, Igor Henrique achou o nove Junior Todinho, que tentou duas vezes, a primeira parando em Zé Carlos, para abrir a contagem para o time da casa.

Depois do gol o jogo ficou mais equilibrado, com Netuno passando a jogar no erro do Bento, que seguiu criando pouco. Além do gol sofrido, o prejuízo foi duplo do time de Sorocaba, que perdeu dois jogadores por lesão: Iago Dias e Lucas Lima, destaque do time — este último, após falta feia de Kady, que foi expulso, deixando o time de Diadema com dez. E o placar parcial ficou desta forma, na Arena Inamar.

Bentão empata com gol contra

O Água Santa começou o segundo tempo pressionando e Junior Todinho perdeu boa chance com um minuto de jogo. Nove minutos depois, Rafael Chorão isolou, perdendo boa chance para o Bento. Porém, contando com uma infelicidade da defesa do Netuno, o Bento deixou tudo igual aos 11 minutos. Rubens fez boa jogada, cruzou e o zagueiro Marcondes marcou contra seu próprio patrimônio: 1 a 1 em Diadema.

Mesmo com um a mais em campo, o São Bento não conseguia se impor e quase tomou o segundo aos 26 num arremate de Bruno Xavier, mas o goleiro Zé Carlos evitou o gol e, no rebote, Thiaguinho afastou o perigo. A resposta do Bento veio aos 35 numa falta cobrada pelo lateral Marlon, que exigiu boa defesa do goleiro do Netuno. No finalzinho, as duas equipes criaram ainda mais duas chances: Patrick Allan aos 44 para o Água Santa, e Marcos Nunes aos 46 para o Azulão.

E ficou nisso em Diadema, bom empate colhido pelo São Bento fora de casa.

Contra a Inter na quinta

O São Bento volta a jogar somente na quinta-feira, quando recebe a Internacional de Limeira às 15h30 no Estádio Walter Ribeiro, pela quarta rodada. O Água Santa joga quarta-feira, 21h35, em Urbano Caldeira, na Vila Belmiro, diante do Santos.

Agua Santa 1×1 São Bento

Local: Arena Inamar, Diadema, SP
Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos; assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Raphael de Albuquerque Lima
Cartões amarelos: Água Santa, Luan Dias
Cartões Vermelhos: Água Santa, Kady
Gols: Água Santa, Junior Todinho aos 8min/1T; São Bento, Marcondes (contra) aos 11min/2T

Água Santa – Ygor Vinhas; Reginaldo, Rodrigo Sam, Didi e Rhuan; Kadi, Igor Henrique (Thiaguinho) e Luan Dias (Patrick Allan); Ronald (Marcondes), Bruno Xavier e Júnior Todinho (Renato Junior). Técnico: Thiago Carpini

São Bento – Zé Carlos; Caio Hila, Léo Silva, Bruno Aguiar e Marlon; Lucas Lima (Vitinho), Fernandinho (Foguinho), Marquinhos e Carlos Jatobá (Rafael Chorao, depois Branquinho); Iago Dias (Marcos Nunes) e Rubens. Técnico: Paulo Roberto Santos.

Deixe seu Recado