SMetal

Imprensa

Boa notícia

Relator suspende trâmite da Reforma da Previdência no Congresso

Sexta-feira, 19 de Maio de 2017 - 14:41 - Atualizado em 23/05/2017 10:41
Imprensa SMetal com informações da RBA

Arthur Maia, reforma da previdência, corrupção de Temer, Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Relator Maia afirma que não há espaço para avançar com a Reforma da Previdência no Congresso Nacional nessas circunstânciasCleia Viana/Câmara dos Deputados
Assim como aconteceu no Senado com a reforma trabalhista, a reforma da Previdência também está oficialmente suspensa na Câmara. A suspensão foi confirmada em nota enviada ontem, dia 18, à imprensa pelo relator da proposta de reforma (PEC 287), deputado Arthur Maia (PPS-BA).

O motivo da suspensão foi a enxurrada de denúncias recentes de corrupção e de cooptação  indevida envolvendo o presidente ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e apoiadores do governo e das reformas.

O substitutivo à PEC 287 foi aprovado no último dia 9 na comissão especial que analisava o texto, por 23 votos a 14. Os governistas vinham tentando colocar a proposta em  votação no plenário nas próximas semanas.

Mesmo antes das denúncias, Temer já vinha enfrentando dificuldades para obter os 308 votos necessários à aprovação da matéria. Os deputados estavam com receio do impacto negativo em suas bases caso aprovassem a reforma. Depois das denúncias, a rejeição popular à proposta deve crescer.

Confira nota divulgada por Arthur Maia.

Nota à imprensa

Ao longo da semana, tivemos a clara impressão de que as inúmeras notícias positivas divulgadas pela imprensa apontavam para um futuro melhor para o nosso País. Não tenho dúvidas de que a expectativa da Reforma da Previdência para a qual trabalhei com tanta determinação, sempre com norte de diminuir privilégios e garantir os benefícios aos mais necessitados, contribuiu para esse cenário de esperança.

De ontem para cá, a partir das denúncias que surgiram contra o presidente da República, passamos a viver um cenário crítico, de incertezas e forte ameaça da perda das conquistas alcançadas com tanto esforço.

Certamente, não há espaço para avançarmos com a Reforma da Previdência no Congresso Nacional nessas circunstâncias. É hora de arrumar a casa, esclarecer fatos obscuros, responder com verdade a todas as dúvidas do povo brasileiro, punindo quem quer que seja, mostrando que vivemos em um país em que a lei vale para todos. Só assim é que haveremos de retomar a Reforma da Previdência Social e tantas outras medidas que o Brasil tanto necessita.

Deixe seu Recado