SMetal

Imprensa

Brasil

Lula recebe sindicalistas; SMetal participa do encontro em Brasília

Durante o encontro no Palácio do Planalto, que reuniu cerca de 500 pessoas, Presidente Lula instituiu um grupo de trabalho para elaboração de uma proposta de Política de Valorização do Salário Mínimo

Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2023 - 20:01
Com informações da Agência Brasil

01_janeiro , jholl, 2023, imprensa, Marcelo Camargo/Agência Brasil
Lula destacou a importância dos Sindicatos para a democracia Marcelo Camargo/Agência Brasil
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, e o secretário de administração e finanças da entidade, Tiago Almeida do Nascimento, participaram do encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira, 18, em Brasília. Na ocasião, Lula instituiu um grupo de trabalho para elaboração de uma proposta que trata da Política de Valorização do Salário Mínimo, que trará uma fórmula de cálculo permanente para o piso nacional.

Sindicalistas de todo o Brasil participaram do evento no Palácio do Planalto. Lula disse que o salário mínimo precisa subir de acordo com o crescimento da economia, em equivalência ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de bens e serviços produzidos no país).

“Já provamos que é possível aumentar o salário mínimo acima da inflação. E o mínimo é a melhor forma de fazermos distribuição de renda nesse país. Não adianta o PIB crescer se ele não for distribuído. O PIB já cresceu 14% ao ano nesse país e o trabalhador ficou mais pobre. Porque se o PIB cresce e fica só com o dono da empresa, quem fez o PIB crescer não ganha nada, que é o trabalhador brasileiro”, disse o presidente.

“É isso que tem que fazer para melhorar esse país. Não podemos continuar eternamente um país emergente, em via de desenvolvimento”, acrescentou.

01_janeiro , jholl, 2023, imprensa, DIvulgação
Leandro Soares (esq.), presidente do SMetal, e Tiago Almeida do Nascimento, secretário de administração e finanças, participaram do encontro representando o Sindicato DIvulgação

Leandro Soares destacou a importância do encontro e do grupo de trabalho. “Finalmente temos um governo democrático, que escuta o povo para formular políticas que irão melhorar a vida de todos. É fundamental que o país cresça com a geração de emprego, valorização dos salários e com direitos trabalhistas garantidos. Nós, do SMetal, temos o compromisso de cobrar e contribuir para que essas medidas sejam implantadas pelo governo Lula”.

Sobre o grupo de trabalho

O grupo foi criado a partir de um despacho assinado nesta quarta-feira pelo presidente e terá prazo de 90 dias para a conclusão dos trabalhos. Fazem parte os ministérios do Trabalho e Emprego, da Fazenda, do Planejamento e Orçamento, da Previdência Social, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, e a Secretaria-Geral e Casa Civil da Presidência. Segundo Lula, as centrais sindicais também serão ouvidas para a construção da proposta.

“Estou fazendo um convite para que o movimento sindical, representando os trabalhadores brasileiros, ajude o governo a construir uma nova relação entre capital e trabalho e uma nova relação de direitos para o povo trabalhador, porque nós merecemos ser tratados com respeito e com justiça”, disse Lula.

“O mundo do trabalho mudou, é preciso se modernizar, se reinventar a nível de estrutura sindical, por isso que vamos criar uma comissão de negociação com sindicatos, governo e empresários”, destacou o presidente.

Responsabilidade

Já o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, salientou que a nova política para o salário mínimo será feita pelo conjunto de governo, e respeitando a previsibilidade da economia.

“A previsibilidade é importante para o empresariado, para os prefeitos, para os governadores, para o governo federal, para as instituições da economia, para que nós possamos fazer o que nós fizemos no primeiro governo do presidente Lula que é crescer o poder de compra do salário mínimo mantendo a inflação, mantendo o equilíbrio fiscal. Não tem canetaço, tem construção de entendimento”, disse.

 

Deixe seu Recado