SMetal

Imprensa

Eleições 2022

Lula é diplomado em Brasília; confira o discurso do presidente eleito

Cerimônia aconteceu em Brasília nesta segunda, 12, e foi conduzida pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral; Lula refirmou o compromisso de fazer do Brasil um país mais desenvolvido e mais justo

Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022 - 15:44 - Atualizado em 12/12/2022 19:56
Com informações da Agência Brasil

12_dezembro, 2022, imprensa, Ricardo Stuckert
Lula é diplomado em Brasília pelo presidente do TSE, Alexandre de MoraesRicardo Stuckert
O presidente do Brasil eleito em 30 de outubro, Luiz Inácio Lula da Silva foi diplomado pelo Tribunal Eleitoral (TSE), em cerimônia realizada na tarde desta segunda-feira, 12. O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin também teve a sua diplomação realizada.

Lula foi eleito presidente do Brasil com 50,90% dos votos válidos, superando Jair Bolsonaro (PL), que terminou o pleito com 49,10% nas urnas. Ele assume a presidência do país em 1º de janeiro, quando será empossado para quatro anos de mandato, em Brasília.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, a diplomação de Lula consolida a retomada democrática do Brasil. “Vivemos um período muito sombrio, que começou com o golpe de 2016 e foi aprofundado com o governo Bolsonaro. Os ataques aos direitos, especialmente aos trabalhistas, foram constantes e o desmonte de importantes políticas públicas trouxeram de volta o desemprego, a precarização e a fome. Agora, depois de uma eleição marcada por mentiras e tentativas de um novo golpe, vemos a diplomação do nosso presidente eleito nas urnas, pela vontade do povo. É sem dúvida um momento histórico para todos nós, para o país e para democracia”.

12_dezembro, 2022, imprensa,
Para Leandro Soares, Lula presidente é a esperança de dias melhores para todo povo brasileiro

Ele completa que o novo governo de Lula traz esperança para todo o povo brasileiro. “Já sofremos muito, com o governo Bolsonaro e com a pandemia da Covid-19. Com Lula, novamente voltamos a ter esperança de dias melhores, com a criação de empregos, com a valorização dos salários, com comida na mesa das pessoas. Lula já mostrou que é capaz de fazer o Brasil crescer sem retirar direitos e acreditamos firmemente que teremos isso para os próximos anos”.

Segurança e emoção

O evento que diplomou Lula começou às 14h25 e foi realizado no plenário do TSE, em Brasília. Cerca de 400 convidados estão presentes, entre eles, parlamentares, ministros de tribunais superiores e representantes de governos estrangeiros. Os ex-presidentes José Sarney e Dilma Rousseff também participaram da cerimônia.

Do lado de fora, forte esquema de segurança foi montado para proteger a sede da Corte.

A cerimônia começou com a execução do Hino Nacional pela banda dos Dragões da Independência, do Batalhão da Guarda Presidencial.

Em seguida, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, entregou os diplomas para Lula e Alckmin. Após receber o documento das mãos de Moraes, o presidente eleito discursou.  

“Reafirmo hoje que farei todos os esforços para, juntamente com meu vice Geraldo Alckmin, cumprir o compromisso que assumi não apenas durante a campanha, mas ao longo de toda uma vida: fazer do Brasil um país mais desenvolvido e mais justo, com a garantia de dignidade e qualidade de vida para todos os brasileiros, sobretudo os mais necessitados”, disse Lula (confira o discurso na íntegra).

O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, também discursou e fez uma forte defesa do processo eleitoral. Ele também criticou as fakes news e os ataques aos órgãos eleitorais e seus representantes.

A diplomação é uma cerimônia organizada pela Justiça Eleitoral para formalizar a escolha dos eleitos nas eleições e marca o fim do processo eleitoral. Com o diploma eleitoral em mãos, os eleitos podem tomar posse no dia 1° de janeiro de 2023.

O TSE é responsável pela diplomação dos candidatos à Presidência da República. Os deputados, senadores e governadores são diplomados pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) até 19 de dezembro.

Deixe seu Recado